O ano já começou. Quais são seus planos?

O ano já começou. Quais são seus planos?

 

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal…
Quando se vê, já terminou o ano…


Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado…
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas…
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo…
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

 Mario Quintana

 

Mario Quintana em seu poema fala claramente da vida que passa mais rápido do que imaginamos, fala das chances desperdiçadas e das escolhas feitas duvidosamente.

 

Décadas se passaram desde a publicação deste poema… E o texto nos parece tão atual!
Mais um ano inicia e nesta época é comum encontrar um número maior de pessoas entristecidas.

Entre pinheiros, guirlandas e luzes de Natal que estão sendo guardados novamente, surgem algumas perguntas: “O que eu fiz de minha vida até agora?”, “O que quero para meu futuro?”, “Qual o propósito da minha vida?”.

 

E você?

Como você está se sentindo?

Topa fazer uma breve avaliação?

 

Vamos lá.

Marque as alternativas abaixo com as quais se identifica:

(   ) Se sente vivendo no piloto automático.

(   ) Tem a sensação de que o tempo passa rápido demais.

(   ) Percebe que está ocupando sua vida com muitas coisas, mas não realizando nada do que realmente gostaria.

(   ) Não consegue aproveitar com alegria as coisas boas que lhe acontecem ou que você tem.

(   ) Vive mais insatisfeito pelo que não conseguiu alcançar do que satisfeito pelo que conseguiu.

(   ) Preocupa-se constantemente com seu futuro.

(   ) Com frequência rumina mágoas do passado.

(   ) Sente-se muito culpado pelas suas falhas e não consegue se perdoar.

(   ) Passa muito tempo comparando sua vida com a de outras pessoas.

(   ) Sente-se solitário ou que tem se distanciado de quem ama.

 

Se você marcou 5 itens ou mais das opções acima, talvez seja o momento de olhar menos ao seu redor, para seu passado, ou para especulações do futuro, e finalmente dedicar maior atenção a você mesmo e às suas prioridades.

É normal em alguns momentos sentir culpa, solidão, insatisfação, angústia, remorso, entre outros sentimentos ruins.

Mas quando eles tomam conta de sua mente e você:

  • Não consegue mais ter sonhos e projetos,
  • Deixa de “curtir” o que de bom a vida te oferece,
  • Ou muitas vezes nem consegue perceber que há algo positivo ao seu redor:
    • Sinal de que é uma boa alternativa investir em sua saúde emocional.

Quem sabe depois de conhecer-se um pouco melhor, você irá conseguir rever e redefinir seus objetivos de vida e pensar em como alcançá-los.

OU, simplesmente aprender a apreciar um pouco mais o dia de hoje, quem está neste momento ao seu lado, a experiência que vive agora, sem angustiar-se tanto com o futuro.

Como diz um velho provérbio chinês :

O passado é história, o futuro é mistério, e hoje é uma dádiva. Por isso é chamado de presente!

Quem sabe 2017 seja o ano de ser mais grato pelo que já possui e plantar com serenidade o que você deseja colher no seu devido tempo!

 

Que este ano te traga boas surpresas!

 Esteja aberto para recebê-las e percebê-las!

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *